Deficiência de nutrientes, um mito antivegano

Muitas pessoas têm medo de se tornar vegetarianas – ou seja, abandonar todos os alimentos de origem animal – porque acham que vão contrair deficiência de nutrientes.

Afinal, ouviram a vida inteira, pelo menos antes da popularização do vegetarianismo e do veganismo, que uma alimentação sem nada vindo de animais “não é saudável” e “não contém todos os nutrientes necessários”.

Mas será que isso é verdade mesmo? Uma pessoa vegetariana ou vegana corre riscos sérios de subnutrição?

A verdade sobre o suposto risco do vegetarianismo de causar deficiência de nutrientes

A resposta a essa pergunta é: dificilmente.

A alimentação vegetariana só pode causar subnutrição quando é adotada de maneira completamente desequilibrada, sem nenhum planejamento e nenhuma atenção à ingestão das fontes corretas de nutrientes.

Ou seja, você só corre esse risco se, por exemplo, negligenciar a ingestão de leguminosas, verduras e frutas e abusar dos carboidratos não saudáveis e das frituras.

Como posso evitar que isso aconteça?

Existem duas maneiras de evitar esse risco.

A primeira é procurar um nutricionista que atenda veganos e vegetarianos, se você tiver condições financeiras de pagar um profissional particular ou um plano de saúde.

E a segunda, caso você não tenha essas condições, é pesquisar em fontes confiáveis – como o e-book Proteínas Veganas [link afiliado] – quais são as melhores fontes de cada nutriente.

Nesse caso, você pode procurar, por exemplo, por fontes vegetais de cálcio, ou fontes vegetais de ferro, no Google.

Ah sim, e não se esqueça jamais de suplementar a vitamina B12, de preferência com um comprimido desse nutriente por dia.

Conclusão

Não é tão provável assim acabar subnutrido quando se é vegetariano. Essa probabilidade só é real quando você não planeja bem a alimentação, come poucos alimentos saudáveis e muitos potencialmente nocivos e não suplementa a B12.

Para evitar que isso aconteça, é fácil tomar os devidos cuidados, como buscar a orientação de um nutricionista ou listar as melhores e mais abundantes fontes vegetarianas de cada nutriente.

Em outras palavras, você não precisa mais ter medo de se tornar vegetariano!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*