Boi fazendo cocô. Resposta à piadinha "Minha comida caga na sua"

Você já se irritou e ficou de saco cheio da piadinha antivegana “Minha comida caga na sua”?

Ainda não sabe como respondê-la?

Então saiba neste artigo como calar de vez aquele antivegano metido a troll engraçadinho e fazer a “piada” se voltar contra o “piadista”.

Por que “minha comida caga na sua”?

Antes de eu responder a essa piadinha, se você é novato no meio vegano/vegetariano e ainda não a entendeu, saiba o que ela significa.

Quando o antivegano engraçadinho diz isso, ele quer dizer que veganos e vegetarianos comem capim de pasto, e os bois cuja carne os onívoros consomem fazem cocô em cima desse capim.

Ou seja, ele quer dizer que veganos e vegetarianos comem capim misturado com cocô bovino. Mais nível quinta série do fundamental, impossível.

Como responder a essa piadinha ridícula

Como dar uma resposta capaz de virar o feitiço contra o feiticeiro? É bem fácil até.

Basta mostrar que:

  1. É nojento comer seres que fazem cocô e, portanto, vivem com o bumbum melado;
  2. É extremamente comum carnes virem com coliformes fecais – bactérias que nascem e se reproduzem nas fezes de animais humanos e não humanos – dos açougues e abatedouros, como você pode conferir numa rápida pesquisa no Google por coliformes fecais na carne;
  3. Ou seja, o corpo do boi e sua carne são, digamos, melados de fezes;
  4. Portanto, quem come comida cagada é o próprio antivegano que vive dizendo que a “comida” dele caga na “dos vegetarianos”.

Se você precisa de uma resposta curta, basta dizer “Não sou eu que come carne cheia de coliformes fecais vinda de animais que cagam”.

Conclusão

Com essa resposta, você pode calar para sempre os antiveganos que vêm, com essa piadinha infantil, tentar provocar você.

E ao mesmo tempo, pode mostrar que ninguém consegue derrubar a convicção ética dos veganos e vegetarianos, nem com argumentos, nem com piadinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*