5 momentos em que movimentos sociais se revoltaram com mensagens veganas e animalistas impróprias

segunda-feira, 30 d outubro d 2017 às 11:00

Afropress denuncia racismo na causa vegana

Trecho de matéria da Afropress, de 2007, que noticiava ação contra um site animalista que comparava o abate de porcos com o Holocausto nazista e cães com focinheira com a Escrava Anastácia

Você já compartilhou, ou mesmo criou, imagens que fazem certas comparações entre a exploração animal e violências históricas sofridas por pessoas?

Se já, foi acreditando que as pessoas iriam se sensibilizar e se colocar na pele dos animais não humanos e dos humanos vítimas de violência?

Então, se você já fez isso, diversos movimentos sociais, no Brasil e no exterior, ligados ou não ao veganismo, têm algo a dizer sobre esse costume. E o que eles dizem pode induzir você a repensar o uso desse tipo de imagem “conscientizadora”.

Conheça cinco momentos em que movimentos como o feminista e o negro consideraram péssima a ideia de comparar o sofrimento animal com as violências que mulheres, negros, judeus e outras categorias sofrem – e protestaram veementemente pelo abandono do uso desse tipo de analogia.

Read More

10 mitos sobre a relação entre o veganismo e o capitalismo

quinta-feira, 26 d outubro d 2017 às 11:00

meme de direita, veganismo capitalista

Meme feito por algum vegano de direita que acredita que o capitalismo é um “grande aliado” do veganismo

Você acredita que existe uma aliança entre o veganismo e o capitalismo?

Se sim, talvez tenha convicção que a economia capitalista é uma “grande aliada” do veganismo, ou mesmo que ela é “fundamental” para que esse modo de vida conquiste o mundo e liberte os animais.

Mas será que essa crença faz sentido mesmo? Ou melhor, será que as crenças que legitimam essa alegada aliança são verídicas?

Convido você a conferir isso neste artigo, que visa responder, sob a ótica do veganismo interseccional, a dez argumentos que defendem a existência de uma relação positiva entre o modo de vida vegano e a ordem econômica, social e moral capitalista.

Read More

5 razões por que o antiveganismo é uma pseudociência

segunda-feira, 23 d outubro d 2017 às 11:00

Tabela sobre ciência X pseudociência

No começo de setembro passado, a BBC publicou uma matéria, com muita repercussão negativa entre os veganos, que insinuava que o “tratamento” para determinados quadros de deficiência nutricional, cuja culpa foi desonestamente atribuída ao vegetarianismo, seria voltar a consumir alimentos de origem animal.

Ao respondê-la na página do Veganagente no Facebook, tive um insight sobre o quanto os argumentos antiveganos possuem muitas semelhanças com as pseudociências, que são atividades e crenças que se autorrotulam “verdades científicas” mas são desmascaradas como fraudes quando submetidas a experimentos baseados no método científico.

Assim sendo, para fortalecermos nossos debates sobre como responder aos antiveganos, convido você a conhecer cinco motivos que fazem do antiveganismo uma pseudociência por excelência, inclusive charlatã.

Read More

Conheça uma maneira de propagar o veganismo em que você provavelmente nunca havia pensado antes

quinta-feira, 19 d outubro d 2017 às 12:00

Conversa com atendente sobre opções veganas

Imagine (ou relembre) essa situação.

Você está fora de casa e com fome, num shopping, no centro da cidade ou mesmo no bairro onde mora, e vai a uma lanchonete de fast-food. Lá pergunta se tem algo sem carne.

Aí lhe respondem que tem um sanduíche que leva queijo e ovos. Então você, contrariado, pergunta: “Mas tem alguma opção vegana?”.

Para sua surpresa, o atendente pergunta: “Que que é opção vegana?”.

E lá vai você, provavelmente se sentindo designado pelos céus ao fardo de dar uma miniaula sobre veganismo. Respondendo a perguntas como “O que é veganismo?”, “O que os veganos comem?”, “Não pode (sic) comer nem um queijinho?”, “E as plantas?” etc.

Se você tem paciência, bom conhecimento de causa e também um certo gosto por ensinar e conscientizar as pessoas, então trago uma boa notícia: isso pode ser uma ótima maneira de propagar o veganismo e, quem sabe, induzir muitos restaurantes, lanchonetes, pizzarias, sorveterias e bares a incluírem opções veganas em seu cardápio.

Read More

10 mitos acreditados por vegans não interseccionais sobre o próprio veganismo

segunda-feira, 16 d outubro d 2017 às 12:00

Feminismo antiespecista, veganismo interseccional

“Contra a opressão patriarcal, animal (especista) e capitalista – Feminismo antiespecista”

O veganismo, muitas vezes, aparece para as pessoas envolto numa névoa de mitos e preconceitos.

O pior desse fato é que ele se aplica também a muitas pessoas que já são veganas – incluindo gente veterana com décadas de experiência nesse modo de vida.

Em outras palavras, muitos veganos têm algumas noções no mínimo duvidosas sobre o modo de vida ético que praticam e defendem.

E acredite, boa parte da confusão dessa parcela dos próprios veganos sobre a natureza ético-moral do veganismo advém da convicção político-ideológica deles.

Convido você a saber, por meio deste artigo, como determinadas visões de mundo podem acabar limitando o conhecimento de seus adeptos sobre o que o veganismo realmente é, defende e almeja.

Read More

Comentário sobre a marcha pelos animais de Tel-Aviv, Israel, ocorrida em setembro de 2017

sábado, 14 d outubro d 2017 às 12:00

Marcha pelos Animais em Tel-Aviv

Marcha pelos Animais em Tel-Aviv, Israel, setembro de 2017

Texto trazido da página do Veganagente no Facebook

Tem sido celebrada aquela que foi a maior marcha pelos Direitos Animais da história humana até hoje: uma manifestação de mais de 30 mil pessoas em Tel-Aviv, Israel, pela libertação dos animais não humanos. O fato de haver dezenas de milhares de pessoas juntas defendendo o veganismo e (supostamente) os direitos fundamentais para os animais não humanos é animador para os movimentos vegano-abolicionistas de cada país do mundo, mas, como foi um protesto realizado em Israel, Estado conhecido por suas políticas históricas de opressão ao povo palestino, sou muito reticente sobre se esse protesto realmente defendia direitos fundamentais e libertação.

Read More

Conheça uma maneira mais barata e prática de comprar o e-book do livro Veganismo: as muitas razões para uma vida mais ética

sexta-feira, 13 d outubro d 2017 às 12:00

Você pode comprar o livro diretamente comigo

Você tem o desejo de comprar o livro Veganismo: as muitas razões para uma vida mais ética?

Tem hesitado por motivos como o preço, o frete e o prazo de entrega do impresso?

Não se sente à vontade de se cadastrar no Clube de Autores para adquiri-lo?

Agora você tem uma opção bem mais barata de adquirir sua versão digital: pode comprá-lo direto de mim.

Read More

Resposta à matéria da TV Jornal “Ovo: alimento considerado completo perdendo apenas para o leite materno”

quinta-feira, 12 d outubro d 2017 às 19:00

manipulação ovos TV Jornal

Uma matéria da TV Jornal, emissora de televisão de Recife, tem seduzido pessoas não vegetarianas a comerem mais ovos.

Postada na tarde do último dia 11 (acesse o primeiro compartilhamento da página do NE10, da mesma empresa à qual a TV Jornal pertence), ela “informa” os leitores e telespectadores que o ovo de galinha é um alimento “completo” e que o “ideal” seria as pessoas comerem pelo menos um ovo por dia.

Considerando que é uma reportagem que incentiva a exploração animal e o consumo de produtos de origem nada ética e tem indícios de ter sido patrocinada por granjas de galinhas “poedeiras”, há a necessidade de lançar uma resposta vegana, que mostra os erros e omissões da matéria em questão.

Leia esta resposta e perceba que, ao contrário do que a mídia nos diz, comer ovos não é bom para os animais, nem é necessário para os seres humanos.

Read More

10 casos de ex-exploradores de animais que passaram para o “lado ético da Força”

quinta-feira, 12 d outubro d 2017 às 12:00

Ric O'Barry, hoje defensor dos golfinhos

Ric O’Barry, ex-explorador de golfinhos, hoje defende a vida e a libertação deles. Foto: International Marine Mammal Project

Sempre que algum peão de rodeio, toureiro, caçador, pescador ou fazendeiro sofre algum revés fatal ou ferimento permanente do animal que estava tentando matar ou montar, muitas pessoas que dizem amar os animais ou ser veganas comemoram. “Um ser cruel com os animais a menos”, muitos dizem.

É uma extensão da lógica “Bandido bom é bandido morto” para a causa animal.

Mas tem algo que essas pessoas não percebem: o ser humano tem a capacidade de se arrepender, se conscientizar, mudar de lado.

É o que muitos ex-exploradores de animais nos mostram: é muito possível torcer não pela morte de quem maltrata animais, mas sim pela sua virada ético-moral.

Convido você a conhecer o exemplo de vida de dez pessoas que trabalhavam contra os animais, mas mudaram de coração e mente e se juntaram ao “lado ético da Força”. E garanto: a causa vegano-animalista tem muito a aprender com esses indivíduos. Read More

Resposta vegana a uma imagem que compara consumo de carne com racismo, nazismo e misoginia

terça-feira, 10 d outubro d 2017 às 12:00

Clique na imagem para visualizar sua versão original

Aviso de conteúdo: A imagem aqui criticada contém menções pesadas a racismo, nazismo/antissemitismo, misoginia e violência contra a mulher

Descrição da imagem para pessoas cegas ou com visão reduzida: A imagem começa dizendo “Quando você diz: ‘Tudo bem se você quer ser vegano, mas respeite meu direito de comer carne’, soa assim…”, seguido por fotos da Ku-Klux Klan, de Hitler acompanhado da suástica nazista e de uma mulher com hematoma no olho esquerdo sendo beijada na bochecha por um homem que é seu agressor. Abaixo da foto da Ku-Klux Klan está escrito “Está bem se você quer liberar seus escravos, mas respeite o meu direito em [sic] tê-los”. Abaixo da de Hitler, diz “Está bem se você quer ter amigos judeus, mas deveria respeitar meu direito de matá-los”. Abaixo da da mulher agredida, diz “Está bem se quer respeitar as mulheres, mas deveria respeitar meu direito de bater nelas”. A imagem conclui na base dizendo “Os animais NÃO são SEUS”.

Tem viralizado entre os veganos, nas últimas semanas, uma imagem que faz uma comparação explícita entre a declaração de quem reivindica o “direito de comer carne” com hipotéticos clamores de “direitos” de escravizar pessoas negras, assassinar judeus e agredir mulheres.

Diversas páginas e centenas de vegans têm compartilhado a figura, sem perceber o quanto ela mais atenta contra a causa vegana e os Direitos Humanos do que ajuda a conscientizar pessoas que consomem produtos animais.

Quero mostrar a você os porquês de se evitar compartilhar tal imagem. Longe de assimilar o especismo ou reconhecer algum “direito” de se comer carne, você perceberá que ela só prejudica o veganismo e semeia preconceito e intolerância mútuos.

Read More