perolas-prodanistas

Hoje é o primeiro dia em que as antigas Pérolas carnistas agora se chamam Pérolas prodanistas. Prodanismo é a ideologia que defende e incita o consumo de produtos animais (prodans), e prodanistas são pessoas que defendem o prodanismo. O termo renomeia aquilo que eu, até janeiro deste ano, chamava de “carnismo”.

Aqui trago mais uma compilação de 10 pérolas do que há de “melhor” em falácias, preconceitos, anti-inteligência, ódio e reacionarismo vindo de prodanistas, que juram saber “de tudo” sobre veganismo e veganos mas mostram nada mais do que uma notável ignorância – no pior dos sentidos. Humor involuntário, ou não.

Você também pode ajudar a aumentar o número de pérolas nos posts. Envie um ou mais prints de prodanistas vomitando pelos dedos para veganagente@gmail.com. Suas contribuições virão como bônus no post seguinte ao envio.

** **

1331-trilhoesdeinsetos

É isso aí, companheiro. O que podemos fazer quanto a isso, entre nós prodanistas que apelamos ao ridículo, é ignorar as mortes colaterais causadas pela pecuária – entre animais rasteiros pisoteados por bovinos, animais que morrem com muito sofrimento por causa do desmatamento e poluição creditados à pecuária e os próprios insetos que dizemos que morrem esmagados por causa de plantações que abastecem rebanhos.

** **

1332-sefaltarvaca

Toda essa fauna e flora que tem por aí é pra comer mesmo. E digo isso mesmo correndo o risco de ficar sem ter como responder quando alguém me provocar dizendo que “toda essa gente que tem por aí” tem mais é que ser morta e comida por serial-killers canibais.

E claro, esse cara é doente, afinal pensa diferente de mim (por se dizer vegano). Quem pensa diferente de mim é “doente” e merece toda a minha discriminação e intolerância. Não sou o máximo?

** **

1333-vsf

Eu quero que todo mundo coma igual a mim e não tenha liberdade nenhuma de escolher o que quer comer, e os outros é que são mimados por demandarem o direito básico à alimentação e a liberdade de não consumir alimentos de origem animal.

** **

1334-naoprecisamosserveganos

Não precisamos ser veganos. Sabe como é, podemos proteger os animais sem proteger o direito deles de viver.

selo-quico

** **

1335-indignacaocarnista

Calem a boca! Grrrrrr!!!! Se a deputada protege alguns animais mas come outros, ninguém deve falar de veganismo com ela! Eu proíbo vocês!

** **

1336-issoehindividual

Comparar respeito à vida dos animais com gosto musical, isso sim é que não é nada absurdo.

** **

1337-oplanetanaovaiserdestruido

1. Os ecossistemas do planeta não vão ser destruídos por causa da pecuária, porque eu não quero. Sabem como é, eu sou o centro do universo, e as coisas funcionam como eu acredito e quero que funcionem.

2. Você é uma porcentagem ínfima. E digo isso com um “raciocínio” que inviabiliza qualquer movimento social – já que todo movimento social começa a partir de uma pequena minoria de pessoas.

3. Confundo conscientizar e esclarecer com “ditar o que os outros devem comer”, enquanto eu dito que você deve parar de conscientizar as pessoas – afinal, pra mim, falar de veganismo é “se autoafirmar”, enquanto minha fala prodanista egocêntrica não tem nada a ver com autoafirmação. Yeah!

** **

1338-velhacagacaoderegra

Eu me acho superior aos animais não humanos, mas acho que tenho moral pra dizer que vegans se acham “superiores” a não vegans, mesmo que eles na verdade não se achem assim. E brindo essa hipocrisia com uma falácia de apelo à hipocrisia que menciona “o carro vazio dirigido (por poucos) todo dia”.

** **

1339-nooutroextremo

Vou resumir tudo: o veganismo não é aceitável porque eu adoro uma falácia mista de apelo à tradição, falácia naturalista e falso meio-termo. Essa é minha contribuição para o debate. Encerro meu caso.

** **

1340-continuaromimimi

Não adianta falar. Minha cabeça é fechada como pedra, e as únicas respostas que eu tenho a dar são um apelo ao ridículo e uma redução ao absurdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*