preco-da-carne
Clique na imagem para vê-la em tamanho completo

Criticar certas divulgações pró-veg(etari)anas pode ser chato às vezes, mas acaba sendo um mal necessário, tanto para o amadurecimento e aperfeiçoamento da argumentação vegana como para evitar contra-ataques refutativos carnistas. É o caso da imagem acima, reproduzida no Facebook. Ela diz que é contraditório criticar o estouro de preços do tomate ao mesmo tempo em que se come carne.

A figura comete uma falácia de falsa analogia, ao tentar equivaler dois alimentos que são bem diferentes nutritiva e gastronomicamente – o tomate e a carne vermelha. A carne é conhecida por ser nutricionalmente rica – embora isso não queira dizer que seu consumo é ético e recomendável -, enquanto o tomate em si não tem parte dos nutrientes da carne, como a carga proteica, o ferro (mesmo não heme) e vitaminas como a B12.

Além disso, virtualmente ninguém considera o tomate um alimento substituto da carne – a variedade continua sendo um imperativo para a substituição da origem animal de diversos nutrientes, e o tomate é apenas um dos diversos vegetais que vêm enriquecer a alimentação vegana. O tomate não é o prato principal/central de nenhuma refeição (exceto eventuais lanches personalizados).

O alimento hoje considerado popularmente o mais próximo de substituir a carne é a soja, tanto pela riqueza nutricional como por ser prato central em algumas variedades de refeição, mas seu uso na situação da imagem acima ficaria fora de contexto, porque a soja não teve a inflação que o tomate sofreu.

Por isso precisamos ter muito cuidado quando reproduzimos memes que comparam determinados alimentos com as carnes. Comparar tomate com carne não foi uma ideia muito inteligente.

3 comments

  1. A comparação é inválida pelo fato do custo de produção de tomate ser infinitamente menor que o da carne, não pelos nutrientes, que por sinal o tomate é riquíssimo em antioxidantes. Óbvio que não é substituto, mas não deixa ter ser rico em nutrientes.

  2. Mas o ponto da imagem não é uma comparação nutricional e sim uma afirmação sobre o verdadeiro poder de compra daqueles que dizem que é impossível virar vegano porque eles não teriam dinheiro para comprar vegetais e citam o tomate como exemplo disso. Ora, sendo a carne mais cara do que o tomate, é claro que o problema não é o salário baixo dos especistas. São eles que comparam tomate com carne, para mentir dizendo que são pobres demais para aderir ao veganismo.

    Esta imagem é uma forma de desmascarar tal mentira e fazer surgir o verdadeiro motivo pelo qual os especistas rejeitam o veganismo. É um convite à reflexão quando eles são obrigados a pensar sobre suas motivações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*