textos-especistas-antiveganos-respondidos

O texto de hoje é de um conhecido opinador reacionário que se autorrotula “liberal”, mas tem todas as características de um conservador cheio de ódio no coração e na mente. É um artigo que ele escreveu em março passado, comentando a reação de vegans e vegetarianos depois que o chef Henrique Fogaça, do Masterchef Brasil, posou para uma foto segurando um porco morto pendurado por um gancho de açougue.

Entre outras peripécias, ele lamenta que as “novas gerações” sejam “hipersensíveis” (tradução reacionária para minorias políticas e aliados que não toleram mais discursos de ódio e preconceito), diz que estão faltando vikings (?) no Brasil e discursa xenofobicamente que muçulmanos são “malucos bárbaros” que devem ser “derrotados” pelos “ocidentais” comedores de carne.

E o principal do texto é seu repertório de falácias e falsidade moral para tentar argumentar que é possível ao mesmo tempo “adorar” e comer um animal.

Leia o texto logo abaixo (clique na imagem para vê-la em tamanho completo), que eu sinceramente duvido que seja divulgado como um meio de “converter” vegans e vegetarianos em onívoros antiveganos.

220-baconnaocaidoceu

Aviso sobre prints de textos antiveganos e especistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*